BiologiaBiologia Humana

Imunização passiva

No imunização passiva (Vacinação passiva) diz respeito à vacinação com
uma vacina que contém anticorpos.
Uma indicação para imunização passiva é a suspeita ou o fato de ter ocorrido contato com patógenos perigosos.
Um soro com anticorpos de origem animal, humana ou de engenharia genética é administrado e imediatamente se liga aos antígenos
do patógeno. Em contraste com a imunização ativa, a vacinação passiva atua diretamente contra os antígenos, mas chama a atenção
também sem proteção permanente. Isso ocorre porque os próprios anticorpos não estimulam a formação de células de memória, de modo que o sistema imunológico não as utiliza posteriormente
pode treinar. Depois que todos os anticorpos injetados se ligam aos antígenos e são decompostos pelo corpo, a infecção com o pode voltar a ocorrer
Os patógenos vêm.

A propósito: Existem anticorpos (imunoglobulina A) no leite materno. Desta forma, os bebês recebem um natural, passivo de sua mãe
Imunização. Especialmente nos primeiros meses após o nascimento, isso é de enorme importância para a criança com seu sistema imunológico ‘inexperiente’.

A contrapartida da imunização passiva é a imunização ativa



Source link

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo