Notícias

Princípio de Formação Molecular – Classe Inteligente


Você sabia que todo ser inanimado e vivo é feito de moléculas? As moléculas são uma combinação de dois ou mais átomos, do mesmo tipo ou não, que são formados por um processo químico. Onde, os átomos são as menores partículas constituintes da própria molécula. Então, qual é exatamente o princípio da formação molecular?

Basicamente, as moléculas podem ser diferenciadas por vários tipos, como as moléculas homonucleares, que contêm átomos de um elemento químico, por exemplo, oxigênio (O2). Além disso, também pode ser um heteronuclear, que é um composto químico composto por mais de um elemento, como a água (H2O).

Por outro lado, se o átomo e o complexo estiverem conectados por meio de uma ligação não covalente, como uma ligação de hidrogênio ou uma ligação iônica, geralmente será considerado uma única molécula. Portanto, se você olhar do ponto de vista da formação, existem 3 princípios de formação molecular, a saber, configuração de elétrons, ligação iônica e identificação elementar.

  1. Configuração Eletrônica

Para descobrir as ligações entre os átomos, é necessário estudar o arranjo dos elétrons, que é chamado de configuração eletrônica. A configuração eletrônica é o arranjo dos elétrons em um átomo. Onde, carregar elétrons em camadas atômicas começa a partir do preenchimento da camada mais interna ou aquela com a energia mais baixa.

  1. Ligações ionicas

Pode-se dizer que um átomo com números atômicos de 1 a 18 está em um estado estável se sua camada atômica externa contiver 2 elétrons como o hélio (He) ou 8 elétrons como o néon (Ne) e o argônio (Ar). Para preencher o número de 8 elétrons, um átomo pode liberar ou aceitar um ou mais elétrons.

(Leia também: Molecularidade e ordem de reação)

Por exemplo, o átomo de magnésio (Mg) tem 12 elétrons com o arranjo de elétrons K-2, L-8, M-2. Em uma configuração como essa, a camada atômica M contém apenas 2 elétrons, este estado faz com que o magnésio seja instável e alcance um estado estável. O magnésio deve liberar 2 elétrons com um excesso de carga positiva vindo de 2 prótons que inicialmente são neutros para se tornarem carregados e se tornarem íons escrevendo Mg2.

O íon em si é dividido em 2, ou seja, íons positivos (cátions) e íons negativos (ânions). Onde os átomos que liberam elétrons se tornarão íons carregados positivamente, enquanto os átomos que aceitam elétrons se tornarão íons carregados negativamente.

  1. Identificação do Elemento

Os fogos de artifício contêm certos compostos que, quando queimados pelas moléculas internas, absorvem energia e fazem com que os elétrons nos átomos sejam transferidos entre as camadas atômicas. A transferência de elétrons de camadas baixas para altas requer energia para que a absorção de energia ocorra, enquanto a transferência de camadas de elétrons de alta para baixa libera energia.

Esta energia liberada será envolvida como luz, como em um fogo de artifício. Onde, cada átomo tem uma distância diferente entre as camadas atômicas de modo que a energia absorvida ou liberada também será diferente e resultará em diferenças na cor da luz.

A cor distinta produzida por um elemento pode ser usada para identificar qualitativamente a presença de um elemento em um material ou identificar o conteúdo de um elemento em um material.

Siga-nos e curta-nos:





Source link

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo