Biologia

Combatendo a pandemia COVID-19: nós vamos vencer? –


COVID-19Achatar a curva do caso pandêmico COVID-19

Desde então, o COVID-19 percebeu que era uma grande ameaça, as autoridades têm sido intransigentes em sua campanha contra a propagação. A “curva exponencial” é algo que preocupa os especialistas. Se a taxa atual for deixada ao acaso, projeta-se que aumente para cerca de 100 milhões de casos em maio apenas nos Estados Unidos. (Ref.6) Como tal, políticas e protocolos abrangentes estão agora sendo implementados, na esperança de nivelar a curva.

Trajetórias do caso COVID-19
Trajetórias do caso COVID-19
(Fonte: Ref.7)

Vencendo a batalha contra a pandemia COVID-19

Espere que o distanciamento social se torne a norma, pelo menos, nas próximas semanas. A situação atual exige distanciamento social obrigatório, encerramentos e quarentenas. O vírus se espalha rapidamente. O que é mais perigoso é que algumas pessoas podem já estar abrigando o vírus, mas ainda não sabem disso. Os sintomas podem ser leves no início e, portanto, podem ser facilmente interpretados como nada sério. Logo, porém, à medida que mais sintomas aparecem, as coisas já deram errado. A doença progrediu para um estágio em que já é grave, causando danos aos tecidos que não podem ser reparados. Portanto, o risco de transmissão do vírus pode ser muito alto. Isso é o que as políticas de restrição social querem evitar. Medidas de prevenção social podem interromper significativamente a propagação, se feitas corretamente. Para conter o vírus, a transmissão deve ser interrompida. Usar máscaras e lavar as mãos pode atenuar a propagação, mas situações críticas como essa exigem medidas preventivas mais abrangentes e drásticas.

Risco muito alto

Quanto mais somos restringidos e negados as coisas, mais aparentemente queremos fazer isso. Aparentemente, é da natureza humana desafiar e testar as águas. Quando somos solicitados a ficar em nossa casa, de repente sentimos um desejo ardente de querer sair. Mas, ao fazer isso, estamos arriscando nossas vidas e as vidas de outras pessoas. O sucesso da luta contra o COVID-19 é o sucesso de todos, assim como o fracasso de apenas um pode levar ao fracasso de todos. Temos muito a arriscar se as estratégias preventivas que estão sendo impostas tanto local quanto globalmente não forem levadas a sério e comprometidas. Ou podemos estar vendo em nossas vidas a morte de milhões de pessoas, incluindo aquelas de quem tanto gostamos, ou podemos ser um daqueles que nunca mais verão outro dia.

Questão de tempo

Quase 80.000 se recuperaram totalmente do COVID-19. Uma grande porcentagem é da China. (Ref.4) A trajetória de infecção do país também parece estar se estabilizando. (Ref. 7) Isso pode significar que os esforços de tratamento e quarentena finalmente valeram a pena, pois a situação parece estar muito mais sob controle. Isso também significa esperança. A crise pode ser encerrada garantindo que os doentes recebam atenção médica imediata e que o contato social seja interrompido.

Nos Estados Unidos, porém, a primeira semana será crucial, segundo Asaf Bitton, professor assistente de medicina da Universidade de Harvard e diretor do Ariadne Labs. O número de casos nos Estados Unidos parece estar crescendo a um ritmo próximo ao da Itália. (Ref.8) Para desviar desta tendência, é necessário implementar vigorosamente o autodistanciamento, confinamento e auto-isolamento.

– escrito por Maria Victoria Gonzaga

Recomendado: Leia mais notícias e as últimas pesquisas científicas sobre o Coronavirus e o COVID-19 aqui: From The Journals: Publicações Relacionadas ao Coronavirus – BioTechniques (BioTechniques: https://www.biotechniques.com/coronavirus-news/from-the-journals-coronavirus/). ‌

Referências

  1. Davidson, H. (2020, 13 de março). O primeiro caso de Covid-19 ocorreu em novembro, mostram os registros do governo da China: relatório. O guardião; O guardião. https://www.theguardian.com/world/2020/mar/13/first-covid-19-case-happened-in-november-china-government-records-show-report
  2. McDonnell, T. (2020, 5 de março). O coronavírus agora é tecnicamente uma “pandemia”, por isso é importante. Quartzo; Quartzo. https://qz.com/1813587/is-coronavirus-technically-a-pandemic-does-that-matter/‌
  3. A OMS anuncia o surto de COVID-19 como uma pandemia. (2020). Who. https://doi.org/http://www.euro.who.int/en/health-topics/health-emergencies/coronavirus-covid-19/news/news/2020/3/who-announces-covid- 19 surto de uma pandemia
  4. ‌Atualização do coronavírus (ao vivo): 182.716 casos e 7.173 mortes devido ao surto do vírus COVID-19 – Worldometer. (2020). Worldômetros.Info. https://www.worldometers.info/coronavirus/
  5. ‌ Discurso de abertura do Diretor-Geral da OMS na conferência de imprensa sobre COVID-19 – 3 de março de 2020. (2020). Who. https://www.who.int/dg/speeches/detail/who-director-general-s-opening-remarks-at-the-media-briefing-on-covid-19—3-march-2020
  6. ‌ Por que surtos como o coronavírus se espalham exponencialmente e como “achatar a curva”. (2020, 14 de março). The Washington Post. https://www.washingtonpost.com/graphics/2020/world/corona-simulator/
  7. ‌Roser, M., Ritchie, H. e Ortiz-Ospina, E. (2013). Doença do Coronavírus (COVID-19) – Estatísticas e Pesquisa. Nosso mundo em dados. https://ourworldindata.org/coronavirus
  8. Mahbubani, R. (2020, 17 de março). Os EUA têm 1 semana para impor o distanciamento social e desacelerar o surto de COVID-19 – Business Insider. Business Insider; Business Insider. https://www.businessinsider.com/us-one-week-enforce-social-distancing-flatten-curve-coronavirus-2020-3



Source link

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo