Animais

Todos os anos, mais mamíferos são atingidos por aviões – ScienceDaily


Os pesquisadores publicaram uma revisão global dos ataques de aeronaves de mamíferos, observando que os eventos aumentaram em até 68% ao ano. Mais mamíferos foram atingidos durante a fase de pouso da rotação de um avião do que em qualquer outra fase, de acordo com o artigo publicado na Revisão de mamíferos.

Analisando informações publicadas e dados de ataques de mamíferos de autoridades nacionais da aviação na Austrália, Canadá, França, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos, os pesquisadores descobriram que os morcegos eram responsáveis ​​pela maior proporção dos ataques na Austrália; coelhos e carnívoros parecidos com cães no Canadá, Alemanha e Reino Unido; e morcegos e veados nos Estados Unidos. O número médio de ataques de mamíferos por ano variou entre 1,2 e 38,7 nos países analisados, para cada milhão de movimentos de aeronaves.

Ao longo de 30 anos, o custo estimado dos danos resultantes de impactos relatados em mamíferos ultrapassou US $ 103 milhões apenas nos Estados Unidos.

“Os mamíferos são incrivelmente diversos e os envolvidos em eventos de ataque não são exceção. Como identificamos 47 países que relataram ataques de mamíferos, as espécies envolvidas variaram de alguns dos menores mamíferos do mundo, como ratos, à girafa mais poderosa e incluindo mamíferos de todos os tamanhos intermediários. Como os eventos de greve podem afetar tudo, desde a segurança dos passageiros, a economia das companhias aéreas e a conservação local, compreender a composição das espécies e a ecologia da vida selvagem local em um campo de aviação é fundamental para uma mitigação de choque eficaz “, disse a autora Samantha Ball, da University College Cork na Irlanda.

Fonte da história:

materiais fornecido por Wiley. Nota: o conteúdo pode ser editado quanto ao estilo e comprimento.


Traduzido de Science Daily

Source link

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo